segunda-feira, 21 de novembro de 2016

4º etapa de campo do Monitoramento Participativo da Biodiversidade é realizada no Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque

De 1 a 10 de novembro aconteceu a 4º etapa de campo do Projeto de Monitoramento Participativo da Biodiversidade, no Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, na área localizada no município de Serra do Navio. 

Limite do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque. Foto: Charly Sanches.

O Projeto tem como objetivo envolver atores locais na conservação das espécies de plantas e animais e manejo adequado de recursos naturais e é promovido pelo Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com apoio da USAID, Fundação Moore e Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA).

Durante essa etapa de campo, foram realizados (na trilha 02) cinco dias de censo por avistamento de mamíferos terrestres de médio e grande porte e aves cinegéticas. Além disso foram realizados a abertura de parcela de Cruz de Malta (Metodologia de amostra de população de árvores) e abertura da trilha 03, que será utilizada nas próximas etapas do monitoramento. Os 7 dias de atividades contaram com a participação do Chefe de Unidade Christoph Jaster, o técnico Pablo Cantuária, 04 monitores do Assentamento da Perimetral Norte, 03 estagiários do NGI/ICMBio e equipe de apoio.

Monitores no 5º dia de censo por avistamento. Foto: Charly Sanches.

Segundo a consultora Laís Fernandes, responsável pelo Projeto no Amapá, as etapas de campo de 2016 ocorreram dentro do planejado. O ano contou com o maior número de avistamentos desde o início das etapas de campo, 202 indivíduos de 35 espécies de mamíferos e aves cinegéticas. Entre esses podemos destacar a onça-pintada, gato maracajá, veado campeiro, mutum, anta, caititu e macaco prego.

Também foram coletadas e soltas 499 borboletas frugívoras de 11 tribos diferentes, durante etapas anteriores realizadas neste ano. Vale ressaltar ainda, que o PARNA Tumucumaque conta com a maior árvore amostrada dentro de uma parcela de Cruz de Malta do Projeto de Monitoramento, um argelim de cerca de 61 metros de altura.

As próximas etapas do Monitoramento Participativo da Biodiversidade estão previstas para maio de 2017.

Argelim localizado na parcela de Cruz de Malta. Foto: Charly Sanches.

Altura do Argelim. Foto: Charly Sanches.

Amostragem na Sub-parcela Norte. Foto: Charly Sanches.
Foto: Charly Sanches.


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Inscrições abertas para o 4º Curso de Formação de Guarda Parques

A Equipe de Conservação da Amazônia - Ecam, o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade - ICMBio, a Universidade Federal do Amapá - UNIFAP, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente - Sema-AP e a Associação de Guarda-Parques do Amapá - AGPA tornam pública a realização do 4º Curso de Formação de Guarda-Parques, que ocorre no âmbito do Projeto Capacitar para Conservar - Fortalecendo a Gestão de Áreas Protegidas no Estado do Amapá.

O curso é financiado com recursos do Fundo Amazônia e gerido pelo Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

O projeto tem como objetivo fortalecer a gestão de áreas protegidas do estado por meio da capacitação de guarda-parques, com a expectativa de impactar a gestão do sistema de áreas protegidas na Amazônia. Foram realizadas três etapas do Curso. Duas em 2015 e uma em 2016.

As atividades ocorrerão de 10 a 30 de Novembro de 2016, a serem ministradas em dez módulos intensivos: Biodiversidade e Conservação; Gestão de Áreas Protegidas; Legislação Ambiental Brasileira; Orientação e Cartografia; Uso público e Visitação; Educação Ambiental e Participação Social; Primeiros Socorros; Proteção; e Práticas e Vivências em Áreas Protegidas. É prevista uma carga-horária total de 200 horas-aula.

As inscrições deverão ser feitas até o dia 31 de Outubro de 2016 na sede do Ecam (Avenida Ernestino Borges, nº 1152, Laguinho - Macapá). O curso conta com 25 vagas, voltadas para moradores do interior ou entorno de Unidades de Conservação, além de entidades cuja finalidade institucional seja estratégica para a conservação ambiental na Amazônia.

Acesse o edital com os formulários de inscrição no site do Ecam: Edital do 4º Curso de Formação Guarda-Parques 

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Novos monitores são formados para ajudar a proteger os parques do Tumucumaque e Cabo Orange, no Amapá

A segunda edição do curso de formação de monitores da biodiversidade dos Parques Nacionais Montanhas do Tumucumaque e Cabo Orange, no Amapá, contou com a participação de 24 pessoas, moradores de comunidades do entorno das duas Unidades de Conservação, e gestores da Estação Ecológica Maracá-Jipióca.
Durante cinco dias de curso, foram realizadas aulas teóricas e práticas sobre metodologias de coleta de dados do Programa de Monitoramento da Biodiversidade (ICMBio). As atividades pedagógicas unem metodologias lúdicas e participativas de forma complementar aos conteúdos principais.
Maria do Socorro Abreu de Araújo (de vermelho, na foto) é agora uma das mais novas monitoras do Parna Montanhas do Tumucumaque. Ela defende a participação feminina em atividades como essa e afirma estar preparada para colaborar os estudos sobre a situação de borboletas, aves e mamíferos da Unidade de Conservação. A participação de mulheres para esse tipo de atividade de campo não é fato comum, porém o IPÊ e ICMBio têm valorizado e incentivado o maior envolvimento feminino nessas atividades.
"Temos as mesmas capacidades que os homens para realização de trabalhos como esse ou de guarda-parques, por exemplo. As mulheres precisam se interessar em atividades como essa, pois a gente se dá muito bem com isso", afirma ela, que fará a sua primeira expedição como monitora no dia 25 de outubro.
Socorro já acompanhava as atividades de monitoramento auxiliando nas expedições com serviços de limpeza e alimentação. Agora, como monitora, vai poder colocar em prática o que aprendeu no curso. "Sempre vivi nas imediações do parque, conheço os bichos, as aves, mas não sabia que eles tinham um nome científico, nem que eu poderia ajudar tanto a proteger só de fazer esse trabalho. O curso foi importante para aprender esse tipo de coisa. Mas a gente também ensina com o nosso conhecimento. É uma troca muito boa", diz ela, que vive há mais de 40 anos na região.
A atividade de monitoramento participativo da biodiversidade tem como objetivo envolver atores locais na conservação das espécies de plantas e animais e manejo adequado dos recursos naturais. Nos Parques, o monitoramento tem promovido o envolvimento das comunidades do entorno na conservação das UCs, além de promover ações conjuntas entre as UC que potencializam recursos e esforços na conservação desses importantes patrimônios naturais do Amapá.
"O curso é um momento de grande aprendizado e troca de experiências, aprimoramento do monitoramento, fortalecimento das parcerias locais e mobilização de pessoas na conservação da biodiversidade da Unidade de Conservação”, explica Lais Fernandes, do IPÊ. Além de moradores locais, da equipe do IPÊ e de gestores do ICMBio e da Coordenação de Monitoramento da Biodiversidade (COMOB), também participaram do curso estudantes de Ciências Ambientais da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) e o educador ambiental Arthur Cardoso, colaborador nas atividades de arte-educação.
O evento faz parte das ações do Projeto de Monitoramento Participativo da Biodiversidade promovido pelo IPÊ e ICMBio, com apoio da USAID, Fundação Moore e ARPA, como estratégia para implementação do Sistema de Monitoramento in situ da Biodiversidade do ICMBio.

Matéria encontrada no site do Instituto de Pesquisas Ecológicas - IPÊ: http://www.ipe.org.br/ultimas-noticias/803-novos-monitores-sao-formados-para-ajudar-a-proteger-os-parques-do-tumucumaque-e-cabo-orange-no-amapa-2

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Prorrogado período de inscrições do Curso de Formação de Guarda-Parques.

A Equipe de Conservação da Amazônia- ECAM, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade -ICMBio, a Universidade Federal do Amapá- UNIFAP, e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente-SEMA tornam pública a retificação da data constante do item 3 do Edital de Seleção do Curso de Guarda-parques, para prorrogar o período de inscrições do Curso de Guarda-Parques até o dia 31 de julho de 2015.

Edital de Retificação

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Inscrições abertas para Curso de Formação de Guarda-Parques.


A Equipe de Conservação da Amazônia - ECAM, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio, a Universidade Federal do Amapá - UNIFAP e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente - SEMA tornam pública a realização do Curso de Formação de Guarda-Parques no âmbito do Projeto Capacitar para Conservar - Fortalecendo a Gestão de Áreas Protegidas no Estado do Amapá. O curso será financiado com recursos do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
O curso será realizado no período de 11 a 31 de agosto de 2015, totalizando a carga horária de, aproximadamente, 200 horas; será certificado pela UNIFAP como um Curso de Extensão; e possui a chancela da Associação Brasileira de Guarda-Parques e da International Ranger Federation.
A inscrição será realizada no período de 17 a 25 de julho de 2015.

O presente edital tem o objetivo de convocar os interessados a participar do curso de formação, apresentar os requisitos exigidos, os critérios de seleção e explicitar a composição da Comissão Avaliadora, responsável pela escolha dos participantes.